BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

16 de ago de 2010

Um pedacinho do céu...


Cheguei sem saber nada de nada
À medida que te conhecendo fui
Aprender no que me dizias.
Tudo que aprendia te contar, queria
Tudo que ia fazer, contigo dividir, sonhava...
As emoções novas do redescobrir tudo
Tudo queria aprender a viver, sem tempo
Queria... Derrepente perto de ti chegar!
Nas entrelinhas, fui te amando, em tudo
Nas entrelinhas, se afastando de tudo
Que para mim parecia, tão perto.
Me vi sozinha, sem nada, num deserto
Vencida pelas diferenças e crenças.
A minha busca, era sentimentos ;
A tua busca:outros empreendimentos
Por uma questão de economia, me excluiu
De seu espaço,de seu tempo, de seu mundo.
Queria ser um passarinho, para voar e te ver.
Ser uma vidente, pra te ler, todo instante
Ser luz do sol, para te iluminar e aquecer, no frio
Ser chuva, para refrescar o teu corpo, quente...
Acorda, acorda, diz meu inconsciente.
Aprendí que, na noite, muito se mente
Por farra, por distração, deboche de sentimentos...
Bem que torcia, para que verdade fosse tudo;
Já que ,minha verdade ,sempre disse.
Que tolice fiz! Que gosto amargo de tudo.
Tudo queria, um começo do recomeço...
Tudo queria ser, para te alcançar, nem sei onde
Qualquer lugar, fosse onde fosse, mas que engano.
Vejo eu e só eu, em qualquer lugar, o tempo todo
Talvez, um dia, eu te encontre.
Talvez até, tu exista.
Sei que,para os outros sim, sempre foi assim
Sei que para ti nem existo, nunca existi
Mas eu queria tudo, nesta estrada
Que ela fosse real, porque acreditei que fosse
Que te amei, porque acreditei que existias;
Agora, não quero mais chegar, a te alcançar
Nada farei para isto, porque não creio mais.
Compreendi o significado do teu silêncio
Aprendi amar estrelas...
Etrelas são de todos e não alcançarei jamais.

Y love you

Soraya Luz Macedo.
12/09/07

0 comentários: