BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

6 de ago de 2010

Pessoas que se fazem de vítimas: CUIDADO!


Pensando esses dias cheguei a conclusão de que o hábito de se fazer de vítima, coitadinho, algoz é uma das piores coisas que uma pessoa pode fazer a ela mesma. A auto-piedade gera uma cegueira descomunal nas pessoas, a pessoa praticamente se anula.

Quando não conseguimos enxergar nossas próprias sombras e damos um jeito de ficar colocando a culpa em várias outras coisas ou pessoas, perdemos a chance de enxergar em nós mesmos aquilo que estamos fazendo de errado, e aí perdemos a chance de crescer.

Você não deve se culpar sempre por tudo, pois isso também é péssimo, mas sempre que ocorrer algo ruim, por pior que seja, pare e reflita: qual é a minha parcela de culpa nisso tudo?

Conviver com pessoas que se fazem de vítima é extremamente difícil, pelo menos para mim. Acredito que muito desse comportamento vem da criação que a pessoa teve. Conheço pessoas assim e geralmente o comportamento dos pais dessas pessoas é muito similar. Os pais muitas vezes super-protegem esses filhos, acham que eles nunca estão errrados e sempre tentam poupá-lo de tudo. Com certeza esses são pais que criam seus filhos para eles mesmos, ao invés de criar seus filhos para o mundo.

Muito se fala em deixar um mundo melhor para os nossos filhos, mas pouco se fala em deixar filhos melhores para o nosso mundo. (Autor desconhecido)

Se você quer um mundo melhor, tome cuidado e preocupe-se em deixar filhos melhores para o ele. Agora, tirando a parcela de culpa que é dos pais, esse filho não pode culpar seus pais para sempre por ser assim. O primeiro passo é assumir esse comportamento e aceitar que ele realmente o pratica, mas esse é apenas metade do caminho. A outra metade seja talvez mais difícil, que é justamente trabalhar para não repetir esse comportamento.

Todo aprendizado possui 4 níveis:

1º) Inconsciente - Incompetente
2º) Consciente - Incompetente
3º) Consciente - Competente
4º) Inconsciente - Competente

Quer ver como funciona? Lembre-se de quando você era criança e não fazia a mínima idéia de que era importante saber ler, você estava no primeiro nível. Quando passou a entender que se não soubesse ler, você não poderia ler o jogo de tabuleiros e assim não poderia brincar com seus primos, a partir desse momento você tomou conhecimento dessa importância, mas ainda era incompetente. E então passou a ir à escola e a estudar e finalmente aprendeu a ler, pronto! Você já era Consciente e Competente. E hoje você está lendo este blog e nem percebe que está lendo pois se tornou um processo natural, após muito treino.

Assim funciona com todos os nossos comportamentos. Por isso o primeiro passo para a vítima é reconhecer sua culpa e para de culpar os outros por seus erros.

Uma pessoa que se faz de vítima nunca vai conseguir extrair o seu máximo, nunca encontrará seu poder pessoal, ao menos que um dia assuma essa sombra e trabalhe para ser uma pessoa melhor.




Ludy Amano - reitrado do blog - http://blog.relacionando.com.br/2009/05/voce-se-faz-de-vitima-cuidado.html

0 comentários: