BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

3 de ago de 2009

HOMENAGEM A MEL...

Quem já teve ou tem um animal de estimação sabe do afeto incondicional que eles sabem dar
além dos truques que fazem para ganhar nosso carinho e atenção...e outras coisas mais!!!
Existem pessoas que não gostam de cães. Estas, com certeza, nunca tiveram em sua vida
um amigo de quatro patas. Ou, se tiveram, nunca olharam dentro daqueles olhos para perceber quem estava ali.
Um cão é um anjo que vem ao mundo ensinar amor. Quem mais pode dar amor incondicional?
Amizade sem pedir nada em troca?
Afeição sem esperar retorno?
Proteção sem ganhar nada?
Fidelidade 24 h por dia?
Ah, não me venham com essa de que os pais fazem isso...
Porque os pais são humanos... Se irritam, se afastam.
Um cão não se afasta mesmo quando você o agride... Ele retorna cabisbaixo, pedindo desculpas por algo que talvez não tenha feito... Lambendo suas mãos a suplicar perdão.
Alguns anjos não possuem asas... Possuem quatro patas, um corpo peludo nariz de bolinha, orelhas de atenção, olhar de aflição e carência...

Apesar dessa aparência... São tão anjos quanto os outros (aqueles com asas) e dedicam-se aos humanos tanto quanto qualquer anjo costuma dedicar-se.
Que bom seria se todos os humanos pudessem ver a humanidade perfeita de um cão!


Há um grupo de pessoas que dedicam tempo e dinheiro aos animais. Por outro lado, têm aqueles que acham que esse cuidado deveria ser canalizado aos meninos-de-rua que, muitas vezes, iniciam na vida do crime. E aí vem a pergunta: quem tem razão?
Uma coisa não exclui a outra. Podemos formar um mutirão de solidariedade para ajudar os meninos-de-rua e pressionar o governo para que cumpram o Estatuto da Criança e do Adolescente, cujas leis garantem moradia, educação, trabalho, saúde e lazer a todos, mas sem excluir o afeto e atenção aos animais que são, em muitos momentos, seres nos quais descarregamos os problemas que enfrentamos em nosso dia-a-dia e nos fazem esquecer por alguns instantes a ‘aspereza da vida’.

0 comentários: