BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

27 de ago de 2009

Recomeço...



O tudo, o mundo

o recomeço que conheço

Recomeço num segundo!

primeiras vertigens a romper o céu

aurora dourada rasga o escuro

pela janela intrusos raios cintilantes

amanhecentes

Olhos outrora dormentes

abrem-se num recuso iminente

o agudo profundo dos sinos da catedral

fere os tímpanos

ecoa pelas esquinas

acorda as almas adormecidas

aborrecidas

Manhã de outono

morna, dourada, juvenil.

sereno canto de pássaros

a quebrar o silêncio pueril

de outro domingo perdido no calendário.

O nada, o abismo

O esmo, o marasmo.

Fluxo sem refluxo...

o mundo a se mover do reverso

lentamente

reflexo do avesso

nas transversais

nas beiradas

linhas mal escritas

descosturadas

Sorte ou morte!

Desatino ou destino!

uma pluma ao vento...

Ar parado.

(by Anamaria Moraes)

0 comentários: