BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

21 de jun de 2009

OLHARES DESVIADOS...


Expresso meus desejos para o mar! Quero apanhar tua saudade e te saciar.
Deslizo mansamente como a lua! Quando ela vem te espreitar pela janela.
Vislumbro teu quarto! Contento-me em observar teu gesto! Venha luar.
Seja cúmplice das minhas descobertas! Dê para mim o que ele não revela.

Chuvas molham o chão que caminha e molha meu rosto que te espera.
Onde você está nesse imenso oceano, será que pensa em mim! Será que me quer?
Dê um toque para eu te perceber! Eu já lhe dei o meu! O que mais me reserva?
Quero te encontrar por ai! Sem que a lua perceba dos meus desejos um minuto sequer.

Apaixonei-me por palavras cruéis! Minha paixão é oculta! Há ternura nesse instante.
Somente você poderá me dizer por que veio a mim! Assim! Veio pelo avesso.
Começou pelo direito de me dizer coisas que não soube ouvir! Mas veio constante.
Caminhou entres meus desejos! Descobriu meus segredos! E meus arremessos.

Navegou! Enquanto eu caminhava pela redondeza e encheu-me de desconcertos.
Consertou o que não ninguém quis fazer! Aprovou-me sem razão! Deu-me chances.
E pacientemente me esperou! Cumprimentou efusivamente os meus acertos.
Sequer imaginou que um dia eu não conseguiria parar de pensar nesse lance.

Veio num momento de agonia! Mas veio como um clarão! Nem me deu um aval.
Não seja meu mal! Tua presença me faz sentir forte! Tanto no norte como no sul.
Dou-lhe um tempo para sentir saudades dos meus erros! Deixo-te no meu portal.
Irreversivelmente horizontal é essa sua vontade de me corrigir! Serei tua rosa azul.

Percorro olhares nos lugares que me encontro!Encontro! Encontro o teu no meu.
Sei que me guia! Sei que me lê! Mesmo nesse teu silêncio oculto eu suspiro.
Fecho meus olhos! Sinto-te dentro de mim! Ah! Essa é a musica que me envolveu.
Teu desejo não é o que me diz! Mas eu conspiro esse meu sentimento e respiro.

Se te escuto é para atualizar-me! Nada sei! Apenas que te incomodo assim.
Abstenho das minhas ilusões! Crio uma visão meio surreal! Sou um temporal.
Perder-te! É perder um coração correto! Meio que discreto! Meio querubim.
Olhar-te para não deixar desviar teus sentidos em mim! Quero teu instinto animal.

Soraia

0 comentários: