BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

20 de jun de 2009

De mãos dadas...



Sem o tempo contado
as horas esquecidas,
sem pressas nem compromissos,
um acordar de sorrisos
num amanhecer já tardio.

Espreguiçou-se dengosa...
Esticando uma perna e a outra...
O cabelo espalhado e um sorriso,
"Hummm que preguiça.. "

Leite, sumo, doce torradas,
brincanco com as palavras
e os dedos dela nos dele caminhando
atrevidos num convite ao namoro.

Ele adivinha-lhe o pensamento,
pelo olhar e expressão,
quer um dia só a dois
ao sabor do instinto, da imaginação...

Saímos?
Sem destino, entram aqui e ali...
uma esplanada, um pouco sol e uma sombra
perdem a noção do tempo como tanto gostam.
O calor já se sente... voltamos?

Palavras soltas desfiadas como cerejas,
um beijo perdido num ombro desnudo...
uma alça que rola, um top que cai...
uma mão que percorre e não sabe onde vai...

Caminhos percorridos de novo descobertos,
recantos escondidos e agora tão perto,
as bocas famintas de beijos perdidos
por vezes esquecidos dos sabores que encontram.

Afagos suaves, como numa timidez inocente
da juventude eterna, agora experiente das
sensações procuradas e a dois realizadas,
num murmurio de entrega, posse e paixão.

Um corpo que se une a outro que geme,
que pede o amor que dentro de si treme,
e extenuados se enlaçam, suados felizes
culmina apenas num pedido baixinho:
fica em mim...

De mãos dadas se olharam,
como se fosse a primeira vez...
inundiava-os um misto de felicidade
que apenas pode ser sentida...

0 comentários: