BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

19 de jun de 2009

Chuva


Chove lá do outro lado da pequena janela que se estende aberta para o mundo à minha frente.

Grossas gotas que embatem no vidro e assim ficam solitárias antes de escorrerem como rios suaves e serenos que descem velozmente rumo a um abismo sem fim.

Turvam o dia as nuvens cinzentas, tornam tudo triste e opaco, sem cor e sem vida, frio sem o calor do sol. Hoje o dia parece noite, o cinza mistura-se com os pequenos montes de verde que tentam rebentar por entre prédios e casas, estradas e carros. Tudo tem um aspecto húmido e pegajoso. E aqui nesta sala iluminada, estrondosa e barulhenta demais para uma biblioteca sinto-me acolhida, protegida do tempo que faz lá fora e onde nada parece acontecer, um mundo estático e contrastante com o mundano agitado que aqui se vive. Um vidro da janela separa. Dois mundos pertencentes a um mesmo e no fim de contas algo tão imiscivél como água e azeite feito tempo e areia.

0 comentários: