BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

27 de nov de 2010

ILUSÃO


Depois de tanta repulsa
De tanta esquiva
Meus pés finalmente tocaram o chão
Hoje percebo o quanto foi grande
Minha estúpida ignorância
Como pude crer que algum dia
Você resolveria quere-me de vez?
Como pude crer em falsos olhares?
Que às vezes sem querer pareciam me desejar...
Como pude ser ignorante a ponto de deixar-me apaixonar?
Estúpido sentimento que tomou conta de mim
Hoje me fez cair das asas da ilusão
“antes os espinhos da verdade,
do que as rosas da ilusão”
Prefiro afundar-me num rio de lágrimas
Com a certeza de que sei a verdade
Do que ser ludibriada
E ficar eternamente a deriva
Buscando um sentimento inexistente em seu coração.

Carolina Abreu e Lima

2 comentários:

leandro.amaral2 disse...

uma amiga minha esta passando por isso. chora todos os dias. intenso texto para uma dor muito intensa.

Leandro Amaral

Jeania Lima disse...

Oi Fabrícia! Fico honrada por sua visita e mais ainda por dizer que vai me add! Obrigada! Gostei muito do seu blog, sempre vou passar por aqui! ;) Abraços!