BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

16 de mai de 2009

Amar sem restrições...


Como é bom amar...
E ser amado por alguém
Amor retribuído...
Do que se dá também.
Amar sem medida... Sem pejo ou vergonha...
Onde as carícias...
Não maculem os amantes que se amam...
Amar, e dar tudo de seu...
Despidos de qualquer vergonha...
Onde as carícias parecem fogo
E os beijos, uma chama...
Sentir-se rodopiar num rodopio sem fim...
Ficando por vezes, parados como estátuas...
Esculpidas em marfim.
É amor, é amor sim...
Dado com toda a nobreza
E trocado em uníssono
É amor verdadeiro...
E não morre de certeza.
Depois, com mais idade não vão faltar as lembranças desse amor trocado...
Nem que fosse na infância.
najasmin 96/08

0 comentários: