BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

26 de jul de 2011

Dia dos avós...


Hoje é o "DIA DOS AVÓS" dedico este Poema (que encontrei na net e achei muito bonito) a todos os Avós e tambem aos meus, apesar de não os ter já junto de mim, foram muito importantes na minha vida... agradeço a eles os valores familiares que me ensinaram.


Queridos Avós

A vocês
que nos cercam de muito carinho,
de muito amor.

Que nos fazem todas as vontades.
Que nos dão tudo sem nada pedir.
Que nos amam mais que a si próprios.

A vocês, meus queridos avós,
que Deus os abençoe cada dia mais.

Que nos dê a bênção
de sempre tê-los connosco,
nos dando muito amor,
nos passando experiências,
nos ouvindo com carinho,
nos "dengando",
nos orientando,
nos aconselhando,
nos suportando
sempre com muita paciência.

Vocês são para nós, seus netos,
um grande exemplo de experiência,
de trabalho,
de honestidade,
de paciência,
de fé,
de firmeza,
e principalmente de muito amor.

Prece ao meu bom Deus!

Não é tão fácil assim...

Superação...

CRESCIMENTO...

ALEGRIA!!!

Recomeçar...

Tô fazendo graça...

EU...

Espalhe o amor...

Minha homenagem aos meus avós que já não estão mais entre nós...

16 de jul de 2011

PRECE DE CÁRITAS...

14 de jul de 2011

Sobre a Morte...

Nem tente...

E quanto às tais borboletas?

4 de jul de 2011

Triste constatação...


É triste constatar que poucos se interessam realmente em nos ver felizes... A maioria infelizmente apenas serve à título de contagem... Enchem nossas páginas de mensagens de amor, amizade, Deus... mas tem um coração negro, cheio de maldade e perversidade.
Orgulhe-se em contabilizar seus amigos - ao longo da sua vida - nos dedos da sua mão.
São esses dedos que estarão contigo ao longo da tua jornada... O resto... ah... o restante são apenas anéis que a gente precisa (ou não) de acordo com o nosso emocional...

Dúvidas...


Enquanto saboreio um bom vinho, divirto-me com a decadência humana. Até que ponto vai uma pessoa para tentar destruir a outra? O que acontece depois que se conseguiu seu mórbido desejo?
Acende-se um cigarro? Brinda-se ao vento? Comemora-se com Louvor toda a disseminação do seu veneno?Não sei... Não sei...
Foi isto que me veio à mente agora...
Mas são perguntas que sei, ficarão sem respostas... Pertencem apenas a minha imaginação e a mente dos fracos de espírito.

Fabrícia Lima Sales - 04.7.2011